Counters
Free Counter omnia mutantur, nos et mutamur in illis


Viagens...

> moacircaetano todo prosa <

> flickr <

> desenhos e photoshop <

> retratista <

> armazém de coisas <

> blog de 7 cabeças <

> músicas com josué <

> fotolog com Miriam e Ju <

Antes...

01/01/2017 a 31/01/2017
01/12/2016 a 31/12/2016
01/10/2016 a 31/10/2016
01/05/2016 a 31/05/2016
01/04/2016 a 30/04/2016
01/03/2016 a 31/03/2016
01/02/2016 a 29/02/2016
01/12/2015 a 31/12/2015
01/10/2015 a 31/10/2015
01/05/2015 a 31/05/2015
01/02/2015 a 28/02/2015
01/11/2013 a 30/11/2013
01/04/2013 a 30/04/2013
01/02/2013 a 28/02/2013
01/01/2013 a 31/01/2013
01/12/2012 a 31/12/2012
01/10/2012 a 31/10/2012
01/09/2012 a 30/09/2012
01/08/2012 a 31/08/2012
01/07/2012 a 31/07/2012
01/02/2012 a 29/02/2012
01/12/2011 a 31/12/2011
01/03/2011 a 31/03/2011
01/08/2010 a 31/08/2010
01/07/2010 a 31/07/2010
01/03/2010 a 31/03/2010
01/08/2009 a 31/08/2009
01/07/2009 a 31/07/2009
01/04/2009 a 30/04/2009
01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/09/2008 a 30/09/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/07/2008 a 31/07/2008
01/06/2008 a 30/06/2008
01/05/2008 a 31/05/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005
01/12/2004 a 31/12/2004
01/11/2004 a 30/11/2004
01/10/2004 a 31/10/2004
01/09/2004 a 30/09/2004
01/08/2004 a 31/08/2004
01/07/2004 a 31/07/2004
01/06/2004 a 30/06/2004
01/05/2004 a 31/05/2004
01/04/2004 a 30/04/2004
01/03/2004 a 31/03/2004


Links Amigos
 A Mulher que eu amo!!! (fotolog)
 A Mulher que eu Amo!!! (blog)
 Olívia e Bolívia
 A Madahlena sem Arrependimento
 Aline
 Andréa Del Fuego
 Ana Paula Mangeon
 Bizarro Deslumbre
 Borboleta e Joaninha
 Breves Histórias Cotidianas
 Calcinhas ao Léo
 Carla Juliano
 Césped Vesper
 Coisa Rara
 Coração na Boca
 Creolina
 Czarina
 Diovvani Mendonça
 Infinit Loop
 Decca e seus rabiscos
 Demasiadamente Inconstante
 e-pistolas
 Elaine Lemos
 Enfim tudo de novo
 Ensaios do Eu
 Escuchameporra
 Fada Milly
 Farinhada
 Fernando Palma
 Flores, Pragas e Sementes
 Gaveteiro
 Giramundo Giraeu Girassol
 Histórias e Vitórias
 Isabellinha, Movimentando o Nada
 Japonês em Braille
 Josué Gomes
 Keila, sobre caminhos e pedras...
 Leite de Letra
 Letra Preta
 Lobotomy Cafe
 Lomyne
 Lugar Gostoso
 Lume Vagante
 Marcelo Brettas
 Marluquices
 Mendoscopia
 Meu Contratempo
 Mia Geodésica
 Monopólio
 Múcio Góes
 Mundo Estranho
 Noturnolândia
 Rainha de Copas e seu sorriso de arco-íris
 Remo Saraiva
 Rita Apoena
 Samia
 Sandra Souza
 Saramar
 Torre de Bebel
 Um Anjo Pornográfico
 Um Tiro no Escuro
 Veronique
 Versos deLírios
 MUSICOVERY
 Devaneios Aéreos
 Nati Alves
 Hipácia
 O Mundo de Paco
 Tati Messias
 Suspiros de Sabrina
 Adyverso
 Verbologue
 Sentir é um Fato
 Mainha me deu lápis
 Ramon Alcântara









moacircaetano


A VELHA PUTA

moacircaetano
Minha cidade era uma cidade pequena...
só tinha uma puta!
A puta do meu pai, a puta do meu avô.

Ela sempre me dizia: "Seu pai
faz assim, faz assado..."
"Ah, seu avô... aquilo que era macho!"

Faltavam dois dentes,
resultado duma porrada
de uma minha meia-irmã...
A puta trabalhava o dia todo:
de tarde, de noite e de manhã.

Hoje já tenho quase quarenta
e minha cidade não cresceu,
mas o número de putas, enfim...
E eu
como cada uma delas,
dia não, dia sim!

E a velha puta
virou dona de bordel
vendendo a quem está preso na Terra
pequenos pedacinhos do céu...

 




 Escrito por moacircaetano às 08h23
[ ] [ envie esta mensagem ]



FAXINA

moacircaetano
Tenho algumas certezas
guardadas em algum lugar...
peraí, já vou achar!

Tenho algumas certezas
metidas em gavetas,
embrulhadas em jornais
com um post-it grudado:
"Nunca mais!"

Eu tinha tantas certezas...
Acho que as perdi.
Melhor assim!
Já não faziam parte de mim!


 Escrito por moacircaetano às 19h01
[ ] [ envie esta mensagem ]



ENXURRADA

moacircaetano
Tempestades de verão são curtas
e selvagens.
Duram pouco, quase nada,
mas transbordam os rios
e varrem as ruas
numa voracidade indesejada.

Levam tudo por onde passam.

Não são a chuva calma de todos os dias
que acaricia os olhos
e embalam, suaves,
a hora de dormir... Não!
São rebeldia e paixão!

Elas passam, as chuvas de verão,
tão velozes quanto surgiram.
Resta apenas a pele encharcada
o sonho desabrigado
e o cheiro delicioso de mentira...

 




 Escrito por moacircaetano às 11h09
[ ] [ envie esta mensagem ]



PRECOCE

moacircaetano
A boceta
insatisfeita
encarou o pau já exaurido
morta de raiva
por ter entregue
o ouro ao bandido


 Escrito por moacircaetano às 16h42
[ ] [ envie esta mensagem ]



PRÉ-SENTIMENTO

moacircaetano


Eu sei que você chegou!

Não te vi ainda,
não entrei em casa,
mas tenho a certeza límpida e clara:
você chegou!

Há lama no tapete
e sujeira pela sala...
uma doce dor em meu peito
e essa angústia sem jeito
que não se cala.

Há um gosto de ontem em minha boca,
um cheiro de gozo em minhas mãos
e um rastro de sangue em minha roupa.

Há algo de alegria em minha dor...
por isso sei que você chegou!

 




 Escrito por moacircaetano às 16h47
[ ] [ envie esta mensagem ]



A ROSA

moacircaetano
Me furou o dedo
enquanto eu a arrancava..
Mal agradecida, a desgraçada!


 Escrito por moacircaetano às 12h32
[ ] [ envie esta mensagem ]



CONVITE

moacircaetano
Sabe como se morre?
Se morre de estalo!
De parada cardíaca
ou acidente de carro!

Sabe como se morre?
Se morre assim:
uma bala, um choque
e pronto: fim!

Se morre de amor...
sim, senhor, de paixão!
Se morre em emboscada,
granda, explosão
e então conquistamos
nosso pedaço de chão!

Dizem que pra morrer basta estar vivo!
Aceita este convite pra morrer comigo?


 Escrito por moacircaetano às 10h11
[ ] [ envie esta mensagem ]



VITÓRIA

moacircaetano
Rei de mim mesmo
invadi minha aldeia
destruí minha colheita
matei minha família
incendiei a minha casa
dizimei todo meu gado
violentei as minhas filhas...

Agora governo, soberano,
os destroços vazios da minha vida!




 Escrito por moacircaetano às 12h21
[ ] [ envie esta mensagem ]



A VIDA

moacircaetano (pra Saramar)

A vida é amarela
girassol e margarida
a vida é suicida
uma virgem indesejada
se joga pela janela
e durante toda a queda
só pensa em sua morte
e na vida (o quanto é bela)!





 Escrito por moacircaetano às 10h22
[ ] [ envie esta mensagem ]




A engrenagem do tempo é engraçada...
Transforma o hoje em passado
e vai-se embora
sem nos dizer nada!

E quando nos damos conta
ela dá outra pirueta
faz careta
e apronta!



 Escrito por moacircaetano às 16h40
[ ] [ envie esta mensagem ]