Counters
Free Counter omnia mutantur, nos et mutamur in illis


Viagens...

> moacircaetano todo prosa <

> flickr <

> desenhos e photoshop <

> retratista <

> armazém de coisas <

> blog de 7 cabeças <

> músicas com josué <

> fotolog com Miriam e Ju <

Antes...

01/01/2017 a 31/01/2017
01/12/2016 a 31/12/2016
01/10/2016 a 31/10/2016
01/05/2016 a 31/05/2016
01/04/2016 a 30/04/2016
01/03/2016 a 31/03/2016
01/02/2016 a 29/02/2016
01/12/2015 a 31/12/2015
01/10/2015 a 31/10/2015
01/05/2015 a 31/05/2015
01/02/2015 a 28/02/2015
01/11/2013 a 30/11/2013
01/04/2013 a 30/04/2013
01/02/2013 a 28/02/2013
01/01/2013 a 31/01/2013
01/12/2012 a 31/12/2012
01/10/2012 a 31/10/2012
01/09/2012 a 30/09/2012
01/08/2012 a 31/08/2012
01/07/2012 a 31/07/2012
01/02/2012 a 29/02/2012
01/12/2011 a 31/12/2011
01/03/2011 a 31/03/2011
01/08/2010 a 31/08/2010
01/07/2010 a 31/07/2010
01/03/2010 a 31/03/2010
01/08/2009 a 31/08/2009
01/07/2009 a 31/07/2009
01/04/2009 a 30/04/2009
01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/09/2008 a 30/09/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/07/2008 a 31/07/2008
01/06/2008 a 30/06/2008
01/05/2008 a 31/05/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005
01/12/2004 a 31/12/2004
01/11/2004 a 30/11/2004
01/10/2004 a 31/10/2004
01/09/2004 a 30/09/2004
01/08/2004 a 31/08/2004
01/07/2004 a 31/07/2004
01/06/2004 a 30/06/2004
01/05/2004 a 31/05/2004
01/04/2004 a 30/04/2004
01/03/2004 a 31/03/2004


Links Amigos
 A Mulher que eu amo!!! (fotolog)
 A Mulher que eu Amo!!! (blog)
 Olívia e Bolívia
 A Madahlena sem Arrependimento
 Aline
 Andréa Del Fuego
 Ana Paula Mangeon
 Bizarro Deslumbre
 Borboleta e Joaninha
 Breves Histórias Cotidianas
 Calcinhas ao Léo
 Carla Juliano
 Césped Vesper
 Coisa Rara
 Coração na Boca
 Creolina
 Czarina
 Diovvani Mendonça
 Infinit Loop
 Decca e seus rabiscos
 Demasiadamente Inconstante
 e-pistolas
 Elaine Lemos
 Enfim tudo de novo
 Ensaios do Eu
 Escuchameporra
 Fada Milly
 Farinhada
 Fernando Palma
 Flores, Pragas e Sementes
 Gaveteiro
 Giramundo Giraeu Girassol
 Histórias e Vitórias
 Isabellinha, Movimentando o Nada
 Japonês em Braille
 Josué Gomes
 Keila, sobre caminhos e pedras...
 Leite de Letra
 Letra Preta
 Lobotomy Cafe
 Lomyne
 Lugar Gostoso
 Lume Vagante
 Marcelo Brettas
 Marluquices
 Mendoscopia
 Meu Contratempo
 Mia Geodésica
 Monopólio
 Múcio Góes
 Mundo Estranho
 Noturnolândia
 Rainha de Copas e seu sorriso de arco-íris
 Remo Saraiva
 Rita Apoena
 Samia
 Sandra Souza
 Saramar
 Torre de Bebel
 Um Anjo Pornográfico
 Um Tiro no Escuro
 Veronique
 Versos deLírios
 MUSICOVERY
 Devaneios Aéreos
 Nati Alves
 Hipácia
 O Mundo de Paco
 Tati Messias
 Suspiros de Sabrina
 Adyverso
 Verbologue
 Sentir é um Fato
 Mainha me deu lápis
 Ramon Alcântara









moacircaetano


INSERT


Caros amigos passageiros,
não se assustem se de repente
cairem máscaras de emergência do teto.
Não entrem em desespero
só porque o fim está perto.

Respirem com a tranquilidade possível
o ar que lhes deixamos disponível.
Não pensem em coisas tristes
como descompressão ou morte.
Pelo amor de Deus, sejam fortes.

Cartões com instruções foram deixados
na poltrona à sua frente.
Leiam cuidadosamente em caso de acidente.

Lembrem-se que os assentos são flutuantes
e que estamos aqui para lhe atender,
fazendo sempre o melhor pra você.

Então, se é pra morrer,
que seja de forma espetacular.
TAM. Levando você pro lado de lá.



 Escrito por moacircaetano às 11h51
[ ] [ envie esta mensagem ]



Orla


Pedra. Branca. Leve.
Saltita três vezes na água.
Amor que termina sem mágoa.

Duas vezes pulula esta outra.
E súbito perde o equilíbrio.
Amor morto. Cacófato e delírio.

Esta estanca, pesada e soturna.
Mergulha no mar. Sem fim.
Amor sem início, sem meio e sem mim.
A srta. Lomyne me presenteou "gregamente" (rs...) com um desses memes que circulam por aí. Esse é pra indicar quatro livros bons e um nem tanto. Como gostei das indicações dela, vou fazer a lição de casa:

A Jangada de Pedra (José Saramago) -
o talvez maior prosador da língua portuguesa (pau a pau com Machado de Assis) entrega um livro perfeito, como é de costume. Cada parágrafo tem poesia pra horas de reflexão. Um ritmo apaixonante. E a cadência típica de Saramago, com sua prosa-pensamento. Essencial.

Crônica de uma Morte Anunciada (Gabriel Garcia Marquez) - Não, não é o mais importante da obra de Marquez. Mas certamente é o meu preferido, não sei bem porque. Rápido, certeiro e preciso. E ainda assim pleno de poesia e magia. E, como já se sabe, o início mais revelador da literatura mundial.

Christine (Stephen King) - Sim, porque nem só de cultura elevada vive o Homem. Se posso gostar de Mozart e ainda assim ouvir rock, porque não posso gostar de Stephen King? O primeiro livro "grande" que li na vida, aos dez anos. Não parei até chegar ao fim, nem pra almoçar. Nem dormia direito. Depois li mais três vezes, aos quinze e aos vinte e dois. E continua sendo um dos meus favoritos.

Édipo Rei (Sófocles) - 'cause Greeks rocks! Yeah!!!!!!!!!

O Pequeno Príncipe (Saint-Exupèry) - O "não-tão-bom". Mas ainda assim uma bela história. Se virou clichê, é porque foi repetido e repetido e repetido. Mas vale a pena se despir da carapaça adulta e viajar pelas estrelas com o menininho de cabelos loiros. O único livro que já li em três idiomas. rssss...

Agora os condenados: Czarina, Ady, Leandro Jardim, Múcio Góes e Sandra Souza.


 
+ do mesmo: http://moacircaetanotodoprosa.blogspot.com/ 
E apareçam por lá: http://microcosmomicrocontos.blogspot.com/ 


 Escrito por moacircaetano às 10h31
[ ] [ envie esta mensagem ]